Som Novo

heche – corrp.to

heche - corrp.to

A produção do EP corrp.to foi para o rapper heche (Rafael de Toledo), de Curitiba, como uma terapia. “O EP corrp.to relata o fim de uma crise, depressiva, existencial que eu vivi”, ele conta. Em 2015, heche gravou um EP chamado Máscara de Insetos, que por conta de uma série de problemas pessoais acabou não sendo lançado naquele ano. Recentemente, uma extensa lista de referências, que vão de jogos de videogame como Donkey Kong e Pacman a discos como o Kuruption!, do Kurupt, e a músicas do RZO, Bill, Nega Gizza e Milo, deram o empurrão que faltava para a sua saída da inércia. Foi um fato do começo de 2016, no entanto, o principal responsável pela retomada dos trabalhos do rapper. “David Bowie morreu e não consegui ficar calado”, explica. “A música do homem foi muito importante durante meu crescimento e acabei me inspirando nessa tragédia pra reencontrar minha motivação”. O resultado são 4 faixas gravadas, mixadas e masterizadas pelo próprio heche, que criam um universo permeado por versos que apenas um jovem aos seus 20 e poucos poderia descrever. Apesar de focada no rap, a sonoridade apresenta uma diversidade de colagens, como outras músicas e narrações de telejornais, que funcionam como uma espécie de porta de entrada para uma vibe mais vaporwave. O visual inspirado em arcades retrô, inclusive, ajuda nessa tarefa. Bora escutar?

You Might Also Like

Sem Comentários

Deixe uma Resposta